Lar multigeracional: um espaço que recebe bem todas as idades

01 ABR 2021
• Inspiração

Sabe aquela história de dividir a casa com os amigos durante a faculdade? Ou, logo ao se mudar de cidade, sair em busca de pessoas para dividir o apartamento? Este comportamento ganhou nova abordagem como consequência dos novos tempos. Hoje em dia, a maior idade já é chamada melhor idade e diversas gerações convivem e se relacionam. Que tal juntar todas elas para dividir a mesma casa? Dê as boas-vindas ao lar multigeracional, um espaço que recebe bem todas as idades.

 

Segundo pesquisa recente, cerca de quatro milhões de pessoas de 21 a 24 anos estarão morando com os pais até 2025, e até 2050, o número de idosos com 60 anos ou mais deverá dobrar globalmente. Além disso, 61% das pessoas com mais de 55 anos planejam ficar em suas casas indefinidamente. Junte a isto uma crise mundial em decorrência da COVID 19 e tenha pais, filhos e avós morando sob o mesmo teto. E o que muda na arquitetura e no design de interiores com este comportamento?

 

1. Ambientes multifuncionais

Um quarto pode se transformar em escritório dependendo da necessidade do morador. Nas casas multigeracionais, os cômodos são descontextualizados, se transformando de acordo com a necessidade do morador.

2. Soluções para manter a privacidade

Painéis deslizantes, biombos, cortinas. Vale tudo para manter a privacidade em alguns momentos. Aqui você confere 6 dicas para manter a privacidade mesmo em espaços integrados.

3. Arquitetura inclusiva

Casas multigeracionais devem incluir características como rampas e corrimões no caso de moradores mais velhos e quinas sem ponta, no caso dos moradores infantis.

4. Área social valorizada

Varandas, áreas privativas, quintais. As áreas de confraternização são valorizadas, pois são o local de encontro de todas as gerações da casa.

lar multigeracional

Projeto do escritório Beta, em Amsterdã, na Holanda. No edifício, cada andar é dedicado a um núcleo familiar. No térreo, a área social reúne toda a família.

 

lar multigeracional

A casa multigeracional de Nendo, no Japão, prevê o piso térreo para o casal de idosos e o segundo e terceiro para o filho e neto.

 

lar multigeracional

No projeto de Tomomi Kito Architect & Associates em Tóquio, no Japão, os espaços são intercambiáveis – isto é, podem ser movidos com facilidade.

 

Na Austrália, o escritório Curious Practice criou painéis que garantem a privacidade da proprietária durante as temporadas em que o filho e netos passam com ela.

 

Gostou da ideia? Não deixe de conferir nossas soluções sob medida para os lares multigeracionais!

Como ter uma cozinha prática e cheia de personalidade 1