7 tendências da arquitetura pós-pandemia

18 MAR 2021
• Inspiração

A pandemia do coronavírus criou uma nova forma de morar. Nunca imaginamos trabalhar tanto tempo em casa, nos divertir em casa, acompanhar as aulas dos nossos filhos de casa. O papel do lugar que habitamos mudou e com ele surgiram novos comportamentos. Mas depois que isso tudo passar, como será o nosso jeito de morar? Selecionamos algumas tendências da arquitetura pós-pandemia apontadas por especialistas e agências especializadas que retratam para onde caminha o nosso novo morar. Confira a seguir.

 

1. Casa digitalizada

Dê as boas-vindas aos companheiros digitais. Da já conhecida Alexa, passando pelos pets robotizados até chegar a um robô quase humano, que cuida das crianças, faz companhia aos mais velhos e não deixa faltar nada na despensa, a inteligência artificial mostra que chegou para ficar. É o caso dos Robot Pets, que já podem ser encontrados na amazon.com.

arquitetura pós-pandemia

 

2. Viver a cidade e a natureza

Prepare-se para viver a cidade e passar menos tempo em casa. Depois de muito tempo reclusos, valorizaremos as experiências ao ar livre, de preferência em espaços cheios de verde. Cidades como Nova York e Copenhagem já se preparam para criar ilhas em lagos e rios do seu espaço urbano. Um exemplo é o parque-ilha projetado pelo escritório de arquitetura Heatherwick Studio e patrocinado pelo casal bilionário Barry Diller e Diane von Furstenberg, que será instalo no rio Hudson, em Nova York.

arquitetura pós-pandemia

 

3. Home office como realidade

O home office continuará a fazer parte da nossa rotina, mesmo que em proporções menores. Em alguns casos, ele será incorporado 100% pelas pessoas. Com isso, surge a necessidade de um espaço de trabalho adequado, com privacidade e bom isolamento acústico. Também entra em cena a valorização da ergonomia. As cadeiras deverão ser mais confortáveis e as mesas terão que ter a altura certa para propiciar horas de trabalho a fio sem incômodos.

home office pós pandemia

Cadeira Lilly em home office no quarto de Levy Netto para Decora Lider Vitória 2019.

 

4. Cantinho do bem-estar

Sim, este espaço chegou para ficar. Seja uma sala de meditação, um local para praticar atividade física em casa ou uma biblioteca com os seus livros preferidos, prepare-se para ter um ambiente de “descompressão” em casa.

arquitetura pós-pandemia

Chaise Duna marca o cantinho relax deste projeto de Bárbara Nobre.

 

5. Natureza em casa

Além de um espaço para relaxar, os especialistas apostam no cultivo de temperos e até verduras e legumes em casa. Há também a incorporação do urban jungle, que deixa de ser uma tendência e passa a ser realidade. Então prepare-se para escolher não só móveis e adornos para casa, mas também plantas.

urban jungle

Samambaias foram as escolhidas para este espaço gourmet da Dois Arquitetura.

 

6. Espaço de higienização

O hall de entrada deixa de ser um lugar de passagem e assume o papel de espaço de higienização. Pense em sapateiras, cabideiros e pequenos bancos para deixar o espaço apto para esta função.

hall de entrada

O cabideiro Aida é uma ótima peça para o hall de entrada.

 

7. Descontextualização dos cômodos

Esqueça a ideia de que sala é para receber, quarto é para dormir e escritório é para trabalhar. Pensar em cômodos a partir das atividades que são realizadas neles será uma tendência da arquitetura pós-pandemia. O quarto pode também receber um espaço para o home office, a varanda se transformar em um espaço fitness e o escritório ser também o seu cantinho para relaxar. Para isso, espere por móveis multifuncionais, portas deslizantes e iluminação versátil para atender todas estas demandas.

novo morar

O Jardim Interno de Jean de Just para a CASACOR Rio 2021 é sala, jantar e escritório ao mesmo tempo. Nosso Design Feito Para Viver acompanha todas as funções do ambiente.

 

Gostou das tendências da arquitetura pós-pandemia? Conta pra gente o que mudou na sua casa durante esse período de isolamento social!

Como ter uma cozinha prática e cheia de personalidade 2