No jardim das Suculentas

06 MAR 2013
• Inspiração

Elas são exóticas, bonitas e muito versáteis. As suculentas são plantas típicas do continente africano, que estão acostumadas com regiões secas e são conhecidas por acumularem água em suas folhagens, raízes e caules, o que faz com que a maioria delas tenha folhas gordinhas e repletas de líquido. Dentre as espécies mais conhecidas estão a Kalachoe, a Flor-de-maio e a Gastéria, mas ao todo são mais de 20 mil espécies espalhadas pelo mundo, sendo que dessas, cerca de 2 mil são de cactos, que também fazem parte da família.

Acompanhe a Lider Interiores no Facebook e Twitter.

Uma grande vantagem deste tipo de vegetação é a praticidade. Por estarem acostumadas a viver em lugares onde os períodos de estiagem são longos, elas demandam pouca manutenção, tornando-se ideais para quem não abre mão do verde em casa, mas também não tem muito tempo para dedicar ao cultivo de plantas.

SuculentasComo cultivar

Cultivar as suculentas é bem fácil. Respeitando os cuidados com drenagem, luminosidade e rega, elas vivem para sempre lindas e radiantes. Confira algumas dicas:

Solo

O solo das suculentas deve ser rico em nutrientes (além de ter adubações constantes) e sempre bem drenado, já que essas plantas não gostam de solo encharcado. Para o plantio – que pode ser feito de preferência em recipientes largos e rasos, como bacias, ou vasos de barro, devido às raízes curtas – deve-se forrar o fundo com pedriscos (ao menos 3 cm) e misturar casca de pinus e fibras vegetais à terra.

Kalanchoe blossfeldiana - Grupo das Suculentas (Fotolia)Luminosidade

Suculentas adoram luz. Algumas espécies até morrem se não tiverem exposição abundante de sol. Por isso, é importante que elas recebam bastante luz, especialmente espécies como a Kalanchoe tyrsifolia e a Crassula capitela, que necessitam de sol pleno durante todo o dia.

Irrigação

A rega ideal para as suculentas é de uma vez por semana no verão e a cada 15 dias no inverno, sempre em abundância. Outra dica importante é não deixar recipientes (como pratos) que possam armazenar água embaixo da planta, fazendo com que suas raízes apodreçam. Usar pedrinhas no fundo do vaso também ajuda a drenar o excesso de água.

Mudas

Suculentas pegam muito rapidamente e se propagam com facilidade. Por isso, para fazer mudas, basta retirar uma folha da planta, deixá-la secar por um dia ou dois, até que a “ferida” cicatrize, evitando fungos, e inseri-la na terra. Em pouco tempo ela criará raízes e poderá ser transplantada.

Graptoveria Moonglow - Grupo das Suculentas (Fotolia)

E você? Tem alguma dica legal para o cultivo de suculentas?

Compartilhe com a gente!

Confira as novidades do nosso blog