Combinações clássicos x retrô

19 MAR 2015
• Inspiração

Aline Schueller e Graziella Dadalto - Decora Lider Vitória 2014

A decoração hoje em dia é bem eclética, permitindo que vários estilos estejam presentes no mesmo projeto. Uma forte tendência, que já vem acontecendo há algum tempo, é o uso de peças clássicas e/ou retrô nos projetos. Primeiramente, vamos entender a diferença entre clássico e retrô.

Clássico – São móveis mais trabalhados, românticos, torneados. Têm como referências o entalhe da madeira, as formas curvas. Alguns estilos que pertencem ao clássico são Luis XV, Luis Felipe, Chippendale, entre outros.

Malu Moura - Decora Lider Salvador 2014 (clássico)

Retrô – São móveis mais retos, despojados, alegres. Suas referências são o pé-palito, as quinas arredondadas, as cores vibrantes. As décadas de produção desse tipo de mobiliário que hoje chamamos de retrô são, geralmente, de 1950 à 1970.

Liane Canário e Viviane Rego - Decora Lider Salvador 2014

Conhecendo as características de cada estilo, fica fácil combinar uma peça clássica ou retrô com o restante do projeto. Os móveis retrô nos ambientes mais descolados, alegres, urbanos, destinados aos jovens (de idade e de espírito!) são perfeitos misturados a peças contemporâneas. Já os móveis clássicos são mais indicados para ambientes românticos, neutros, sérios, destinados às pessoas de personalidade mais centrada.

Como são peças geralmente marcantes, os móveis desses estilos devem ser usados com cautela. O ideal é usar poucas peças. Caso contrário, o ambiente ficará cansativo.

Sergio Palmeira - Decora Lider Vitória 2014

Clássico ou retrô, sério ou despojado… o importante é que o mobiliário represente a personalidade dos moradores, fazendo que ele identifique aquele espaço como seu, e sinta-se bem!

 

 

Rafael Cândido

Designer de Interiores

rafaelcandidodesigner@gmail.com

www.estudiocentoedois.com.br

 

Confira as novidades do nosso blog