Adriana Bellão recebe prêmio de decoração com móveis da Lider Interiores

29 JUN 2013
• Mundo Lider

Com o projeto para o Home Cinema Belas Artes ,  a arquiteta e designer de interiores Adriana Bellão ficou em segundo lugar no Prêmio Campinas Decor 2013, na categoria Arquitetura, Decoração e Design de Interiores. Os móveis utilizados no ambiente são da Lider Interiores. O evento é realizado juntamente com a mostra, neste mês de junho. Esta é a 3ª vez que Adriana está entre os vencedores.

Acompanhe a Lider Interiores no Facebook e Twitter.

Em 2009, primeiro ano da premiação, ela obteve a segunda colocação na categoria com o Projeto de Adriana Bellão para a mostra Campinas Decor 2013ambiente Sala de Reuniões, projetado em parceria com a também arquiteta Katia El Badouy. Em 2011, ficou em primeiro lugar, com o Loft São Paulo.

Na edição de 2013, Nosotros Bar e Jardim do SPA foram agraciados com o 1º e 2º lugares. Como premiação, os expositores vencedores nas categorias Arquitetura, Decoração e Design de Interiores e Paisagismo receberam troféu e uma viagem internacional.

Assim como aconteceu em 2012, foi feita ainda uma Menção Honrosa para o ambiente com maior nota dos jurados dentro do projeto Novos Talentos, que abre espaço na mostra para profissionais recém-formados. Em 2013, a menção foi para o Escritório da Designer de Sapatos, projetado pelas designers de interiores Claudia Poltronieri e Maria Cecília Manini

Os premiados foram escolhidos por um júri formado por cinco profissionais de grande representatividade no setor. São eles: o jornalista Artur de Andrade, redator-chefe da Revista Casa Vogue, a jornalista Claudia Nogueira, editora da revista Casa Cláudia, o arquiteto, urbanista e professor da Unicamp Marcos Tognon, a coordenadora de Trade Marketing da HunterDouglas-Luxaflex Fabrícia Damasco e o decorador Tuta Martins.

Realizada de 26 de abril a 16 de junho, a Campinas Decor reuniu 48 ambientes internos e externos, preparados pelos principais arquitetos, decoradores e paisagistas da região. Com uma área total de 4 mil metros quadrados, divididos entre 1,5 mil metros quadrados de construção e 2,5 mil metros quadrados de área livre, a edição foi considerada uma das mais belas edições da história da mostra.